5 coisas que você precisa saber antes de fazer um clareamento dental

Share Button


Para se obter uma excelente estética facial é muito importante se preocupar com o sorriso. O cuidado com os dentes é valioso para uma boa apresentação. Um sorriso que possui dentes claros e alinhados chama atenção e gera um impacto positivo em nossos relacionamentos. Um belo sorriso pode trazer confiança e auto-estima e para conseguir isso o tratamento estético mais indicado é o clareamento dental. O clareamento dental  é um recurso que tem sido muito bem aproveitado nos últimos anos para tornar o sorriso mais belo e jovem. Vamos agora abordar alguns aspectos importantes sobre o clareamento dental.

Qualquer pessoa pode fazer Clareamento Dental?

Algumas características são essenciais de se ter mente antes do clareamento dental.  Para saber se você está apta a fazer um clareamento dental precisamos observar alguns itens importantes para que o seu tratamento seja um sucesso.

#1 – Gengiva Saudável

Ter a gengiva saudável é a primeira característica para que você possa fazer um clareamento dental com segurança. Se você possui inflamações na gengiva deverá tratá-la anteriormente ao clareamento dental. Pois caso contrário, você provavelmente irá ter problemas como dores e sensibilidade e isso não é nada agradável. O gel de clareamento será um fator de muita irritação no caso de gengiva inflamada. Outro motivo importante é a presença de tártaros ou cálculos que são resíduos que se acumulam na superfície do dente e não permitem que a região ocupada seja clareada. Para conseguir dentes brancos é muito importante que se cuide primeiramente da saúde da gengiva e da higiene bucal.

#2 – Cáries e Restaurações

Da mesma forma que a gengiva, os dentes também devem estar saudáveis para que se possa fazer o clareamento dental. Dentes cariados devem ser tratados antes de fazer este procedimento para prevenir irritações aos tecidos dentários e hipersensibilidade dentária. Se você possuir restaurações estéticas em dentes que apareçam no sorriso saiba que será necessário trocá-las após o clareamento. O tratamento clareador só é capaz de clarear os dentes, desta forma as restaurações que foram realizadas previamente ao clareamento provavelmente não ficarão esteticamente adequadas após o clareamento dental. Dentes na região do sorriso que possuam tratamento de canal também não podem ser clareados por métodos convencionais. E dentes com próteses fixas como coroas e facetas também são impossibilitados ser clareados.

Nestes casos que envolvem dentes já tratados com restaurações, canais ou próteses deve ser feito um planejamento criterioso para evitar surpresas desagradáveis após o clareamento. Se a opção realmente for por fazer o clareamento você precisa estar preparada para passar um período com os dentes em tonalidades diferentes até que termine o tratamento com o sorriso renovado.

#3 – Sensibilidade

A sensibilidade dental é um aspecto muito variável de acordo com cada pessoa. Algumas tem dentes mais sensíveis e tem dificuldades para beber água gelada ou tomar um sorvete. Outras já não sofrem com esse tipo de problema. Ter dentes sensíveis não inviabiliza o tratamento, porém deve ser adotada uma estratégia específica caso você sinta muita sensibilidade nos dentes. Uma dica interessante é começar a usar pasta de dentes para sensibilidade com pelo menos 21 dias de antecedência ao clareamento, o uso diário da pasta pode ajudar muito a reduzir a sensibilidade. Se mesmo assim ainda sentir os dentes sensíveis é indicado que o clareamento seja feito de forma mais lenta com intervalos de tempo maiores entre as aplicações do gel durante o clareamento dental caseiro por exemplo.

#4 – Alimentação

Para conseguir um resultado mais expressivo com o clareamento dental é preciso abrir mão de alguns alimentos temporariamente. Refrigerantes que possuem corantes, vinho, café, molho de tomate, beterraba e chocolate são alguns exemplos de alimentos e bebidas que devem ser evitados durante o período do clareamento. Após o período de clareamento você poderá retornar a sua dieta habitual, mas lembre-se a longevidade do tratamento depende muito de como são os seus hábitos alimentares.

#5 – Tabagismo

O tabagismo é um dos principais motivos do escurecimento dental. Pessoas que fumam geralmente possuem os dentes mais amarelos que o normal. Da mesma forma que abordamos as questões de alimentação, para as fumantes conseguirem um bom resultado no clareamento dental é extremamente válido deixar de fumar durante este período de tratamento com a finalidade de conseguir um resultado mais efetivo.

 

Concluindo…

Antes de clarear seus dentes faça uma avaliação correta do seu estado de saúde bucal. Avalie se você  está disposta a abrir mão de alguns hábitos temporariamente. Transforme seu sorriso tornando-o mais jovem. O clareamento dental é um tratamento seguro e eficaz.

 

 

Share Button


Deixem seus comentários!

 

Copyright ©2013. All Rights Reserved.